7 DICAS PARA QUEM VAI COMPRAR O PRIMEIRO IMÓVEL

COMPRAR O PRIMEIRO IMÓVEL

7 DICAS PARA QUEM VAI COMPRAR O PRIMEIRO IMÓVEL ABR
05

05 de Abril de 2019

Comprar o primeiro imóvel exige alguns cuidados do investidor. Por ser a primeira aquisição desse tipo, é comum a pessoa sentir certa ansiedade e isso pode prejudicar uma avaliação mais racional sobre o negócio. Por isso, preparamos algumas dicas para você fechar um bom contrato. Confira!

1. Estude o mercado

É indicado verificar vários modelos de imóveis antes de tomar uma decisão. Visite opções de apartamentos, terrenos, casas novas e usadas. Assim, será possível identificar os preços praticados no mercado e criar um olhar mais crítico para cada ambiente.

2. Avalie opções de imóveis novos e usados

As residências usadas podem apresentar um aspecto mais antigo e exigir alguma reforma. Porém, elas já sofreram depreciação. Além disso, muitos imóveis antigos têm plantas maiores e uma localização mais central. Os novos, por sua vez, dão aquele prazer de você se tornar o primeiro morador do espaço e ter a opção de escolher toda a mobília.

3. Faça um planejamento financeiro

A maior parte das pessoas não consegue comprar o primeiro imóvel à vista. Por isso, é necessário avaliar a situação financeira e fazer um planejamento em longo prazo. Identifique qual o valor que tem disponível para dar a entrada na residência e qual é o limite máximo que consegue pagar na parcela do financiamento.

Muitas vezes, é melhor se desfazer de um bem (como um carro) para conseguir ampliar o valor inicial investido e reduzir o montante final. Quanto menor o recurso utilizado para parcelamento, maior facilidade você terá para quitar a dívida.

Lembre-se que o financiamento dura, em média, 35 anos e isso se torna um “casamento” com o bem. O ideal é comprometer apenas 20% da renda líquida e reduzir os gastos mensais para ter uma sobra no orçamento.

4. Pesquise a instituição financeira

Dependendo da modalidade do financiamento, os juros podem chegar a 8% ou 10%. Por isso, o mais importante é verificar as condições de crédito. Muitos bancos exigem um relacionamento com o cliente para oferecer taxas menores e permitir o parcelamento de um valor maior.

5. Analise o saldo do FGTS

Quem trabalha com carteira assinada tem direito ao Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). Ele representa 8% do valor do salário bruto, o que em muitos casos pode somar uma quantia considerável.

Quem recebe um salário de R$ 3.000,00 tem um depósito mensal de R$ 240,00. Em 5 anos de carteira assinada, por exemplo, o trabalhador terá uma quantia de R$ 14.400,00 sem considerar os juros. Isso pode servir de grande ajuda na hora de comprar o primeiro imóvel.

6. Avalie a região da residência

Preste atenção à localização da residência, se existe transporte público disponível no local ecomo é o comportamento da vizinhança. Se você prefere uma região mais silenciosa, por exemplo, deve acompanhar a movimentação de pessoas durante o dia e à noite e verificar as proibições do município para aquela região (como a construção de grandes empresas ou casas noturnas).

7. Verifique a credibilidade da corretora

Pesquise a credibilidade da imobiliária e do corretor de imóveis. Empresas com histórico na cidade costumam criar uma relação com os moradores e o município, proporcionando um atendimento de qualidade e garantia na negociação. Também é muito importante verificar a opinião dos clientes, pois eles saberão repassar mais detalhes sobre a organização.

Ao seguir essas dicas, você terá mais tranquilidade para comprar o primeiro imóvel e realizar o sonho da casa própria. Gostou deste artigo? Aproveite para compartilhá-lo nas redes sociais e ajudar seus amigos!


COMPARTILHE O POST:


FAÇA UM COMENTÁRIO
(SEU E-MAIL FICARÁ OCULTO)

NOVIDADES QUE
VÃO CONSTRUIR
HISTÓRIAS.
Av. Araucária, 596
Centro . Maravilha . SC
© 2019 - Grupo Oliveira - Todos os direitos reservados CacholaBRSIS - Projetos Digitais