OLV Imóveis - Blog - CONHEÇA TODOS OS DETALHES DO EDIFÍCIO GRAN MORALLE
CAMPANHAS E PROMOÇÕES
CONHEÇA TODOS OS DETALHES DO EDIFÍCIO GRAN MORALLE

CONHEÇA TODOS OS DETALHES DO EDIFÍCIO GRAN MORALLE

Você já imaginou como seria morar no maior edifício de Maravilha? Pensado para proporcionar conforto e segurança para quem nele escolher morar, o Gran Moralle não é um edifício qualquer. Todas as suas características foram estrategicamente pensadas para receber você e sua família em seu novo lar. O Edifício Gran Moralle possui 14. 653,12m² de edificação, 20 andares, entre eles dois de salas comerciais, quatro de garagens, 12 pavimentos de apartamentos e duas coberturas. 

Todo o cuidado para a construção do Gran Moralle começou no início da sua edificação. O Engenheiro Civil, que acompanha a obra, Paulo Reinaldo, apontou que as lajes possuem uma espessura maior, entre outros diferenciais que facilitam na mudança de layouts. 

“Um dos diferenciais da nossa estrutura, começa com o uso de concreto armado, com vigas pilares e lajes. A laje possui uma espessura pouco avantajada, com 19cm de espessura que tem vários pontos positivos, entre eles, a questão do isolamento acústico. Nós fizemos ensaios de resistência acústica e acusou um número elevado do que é exigido em norma e também, a gente tem algumas condições que essa laje nos concede como a possibilidade de trabalhar com disposições arquitetônicas, em vista que eu posso criar qualquer parede, em qualquer canto do apartamento, porque essa laje, ela resiste a isso, a famosa expressão chamada de planta aberta.”


Sustentabilidade 

Durante a execução do projeto foram levadas em considerações todas as maneiras para tornar o Edifício Gran Moralle sustentável. Uma delas foi a colocação de três cisternas, com o intuito de salvar a água da chuva, além de evitar desperdícios com matéria-prima. Além do não desperdício de recursos, a utilização da água da chuva, por exemplo, auxiliará a reduzir o valor do condomínio, por exemplo. Paulo explica: 

“Uma das questões bem importante que foi levada em consideração foi o reaproveitamento da água da chuva. Hoje o Edifício Gran Moralle conta com 15 mil litros de reaproveitamento de água da chuva, que os condôminos irão utilizar para a limpeza de áreas comuns, garagens, irrigação de jardins e assim por diante. Outro ponto positivo nessa linha de sustentabilidade seriam alguns materiais específicos que utilizamos. Outro ponto sustentável bacana que vale ressaltar, é a matéria prima que utilizamos para a execução da obra. A maioria das formas utilizadas na estrutura do prédio são metálicas, evitando o desperdício de madeira, considerando então, uma obra mais sustentável.” 

A iluminação e a ventilação também foram uma preocupação do projeto Gran Moralle. A localização, explica Paulo, é o que torna possível ter uma boa luz natural em todos os cantos do edifício. 

“É um ponto bem importante a localização solar do Edifício Gran Moralle. Lembrando que o edifício está localizado em um ponto estratégico, uma localização estratégica, no que se refere a posição solar, né. Todos os apartamentos do edifício contam com luz natural muito boa, desde os apartamentos que se encontram para a avenida araucária, até para os apartamentos da frente, os apartamentos da lateral, todos com muita luz solar. E também conta com grandes aberturas nos apartamentos, onde entra a iluminação e ventilação natural muito boa nos apartamentos.”


Cuidado com a estética

Além de pensar em toda a estrutura e segurança, tivemos cuidado também com a estética do edifício. Sabe as caixas do ar condicionado que costumam ficar aparentes na fachada dos prédios? No Gran Moralle não irá acontecer, pois desenvolvemos quatro poços de iluminação e ventilação. 

“Isso nos permitiu em projeto prever uma laje técnica para colocar todas as condensadoras, os motores dos ares condicionados, assim não ficando pendurado nas fachadas tirando a estética do prédio. E esses poços, na verdade, eles contribuem de forma positiva para os apartamentos, evitando de a gente ter banheiros e áreas enclausuradas, tendo que colocar alguma ventilação forçada. Então, no Gran Moralle, foi pensado em todos os detalhes para que isso não aconteça. Todas as ventilações são naturais, bem como a iluminação também.”


Tecnologia de ponta 

Um edifício com a magnitude do Gran Moralle, ter um aparato tecnológico de ponta é essencial para facilitar a vida de quem vai trabalhar e morar ali. Um deles foi pensando focando na economia de energia que os condôminos terão, aponta Paulo. 

“Nós temos uma tecnologia e inovação na alimentação de energia elétrica do prédio.  A gente utilizou um método conhecido como barramento blindado, de uma empresa renomada no Brasil.  Ela faz um sistema de medição diferente, por telemedição, e pelo fato de o que está conduzindo a energia até os pontos de consumo, no caso, até os apartamentos, são todos por meio de barras de cobre e alumínio, onde tem 70m de altura que é do edifício, a gente tem um grande vão e não tem uma perda de carga como as tradicionais. As barras alcançam grandes vãos e nos geram uma economia de energia, sim, pelo fato se ser especifica e atender as necessidades a essas alturas.”

Além da parte elétrica, cada apartamento terá medidor de luz, água e gás individual, pagando apenas o que consumiu durante o mês. 

“Foi colocado em cada andar um hidrômetro, medidor individual para cada unidade. Assim como na parte elétrica, na parte de consumo de água, bem como a parte de gás natural, isso é bem importante salientar, tem problemas em grandes edifícios, em grandes construções, mas a gente se preocupou nessa situação do cliente em deixar tudo dividido: o que o condômino consome é o que de fato irá pagar, “ relata Paulo. 

Para a segurança e facilitar o ir e vir do condômino, para que ele não tenha preocupações com chaves e quem está acessando o edifício, a Construtora investiu minuciosamente em um sistema com controle de biometria, leitura facial e câmeras de segurança. 

“Realmente, o edifício Gran Moralle terá diferenciais na segurança e controle de acesso ao edifício. Os condôminos contarão com equipamentos que a construtora vai deixar no empreendimento, que seriam de controle de acesso de última geração, como vídeo-porteiros, que os condôminos irão acessar por meio de biometria e reconhecimento facial, isso garantindo uma segurança maior ao usuário. Todas as partes comuns também, os corredores de acesso, às garagens, os elevadores, isso tudo será executado pela construtora com câmeras, normalmente o pessoal executa com infraestrutura e depois os condôminos adquirem essas câmeras, mas as Construtora Oliveira, por estar querendo dar esse benefício, esse ganho para os moradores e não estar se incomodando posteriormente com isso, já concedeu todos os equipamentos e infraestrutura de ponta, o que gera conforto e segurança para os moradores,” finaliza Paulo. 

Depois desta explicação, tenho certeza que você já sabe que o Edifício Gran Moralle é único e que você merece morar em um lugar assim, que pensou em tudo para facilitar a sua vida. Entre em contato com a nossa equipe pelo WhatsApp ou pelas nossas redes sociais. Caso prefira, converse com um corretor de sua confiança e agende agora a sua visita!!!